Marcio Mariguela

Psicanálise & Filosofia

DIÁLOGO CINEMÁTICO

SESSÃO: 29/08/2010 – Domingo as 16h – vagas limitadas – gratuíto – inscrições por email: mmariguela@gmail.com

Local: Rua Prudente de Moraes, 1314 – Bairro Alto – Piracicaba/SP

“O ato psicanalítico designa uma forma, um envelope, uma estrutura tal que, de algum modo, ele suspende tudo o que até então tenha sido instituído, formulado, produzido como estatuto do ato, à sua própria lei” – Jacques Lacan

Em continuidade ao Projeto Psicanálise em Extensão, convido para assistir ao filme Rosencrantz e Guildenstern estão mortos e, após a exibição, uma conversa sobre a referência que o psicanalista Jacques Lacan fez a esses dois personagens na lição de 06 de dezembro de 1967 do Seminário 15 – O Ato Psicanalítico.  A mediação será realizada pela Marta Togni Ferreira [ médica psiquiátra, psicanalista membro da Escola de Psicanálise de Campinas -EPC]. Esta sessão também faz parte de uma reunião aberta ao público com dos membros do Cartel da EPC que trabalham com o referido Seminário.

O dramaturgo inglês Tom Stoppard reescreveu a clássica tragégia de Shakespeare a partir do ponto de vista de Rosencrantz e Guildenstern, personagens secundários de  Hamlet. O filme de 1990 é uma versão da peça homônima encenada em Londres em 1967 com grande sucesso de público e crítica. Também marcou a estreia do próprio diretor no cinema. Para tanto, Stoppard escolheu Gary Oldman e Tim Roth para interpretar os simpáticos trapalhões que são encarregados de levar a carta [um envelope] de execução do príncipe e acabam sendo eles próprios condenados pelo ato ardiloso de Hamet ao trocar a letra e se safar assim da própria morte.

Lacan disse que estes dois personagens lhe eram muito significativos: “um e outro, nos diz o título da peça, estão mortos. Antes fosse verdade! Nada disso, Rosencrantz e Guildenstern  estarão sempre lá”. Dez anos antes, já havia evocado os dois personagens no seu Escrito “A instãncia da letra no inconsciente” – exposição feita em 09/05/1957 aos membros do grupo de filosofia da Federação dos Estudantes de Letras, no anfiteatro Descartes na Sorbonne.

No comments yet»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: